top of page
  • Foto do escritorCenagri Jr.

Nematoide-das-galhas: conhecendo melhor essa praga invisível

O Meloidogyne incognita, popularmente conhecido como nematoide-das-galhas, é amplamente reconhecido como um dos desafios mais prementes em diversas culturas, abrangendo desde a soja, algodão, feijão, cana-de-açúcar, café além de afetar plantas forrageiras, hortaliças e árvores frutíferas. Esse nematoide possui a notável capacidade de se propagar também em plantas daninhas.


Estudos indicam que mais de 2000 espécies vegetais são suscetíveis à infecção pelo Meloidogyne incognita, ocasionando grandes perdas de produção. Essa praga está presente em praticamente todas as regiões do mundo, com destaque para áreas de clima quente, incluindo regiões subtropicais e tropicais.


Fase infectante do Meloidogyne: Syngenta


Ciclo de vida


No decorrer do ciclo de vida do nematoide-das-galhas, existem quatro fases juvenis até atingirem a idade adulta. A primeira, chamada de ecdise, ocorre dentro do próprio ovo. Após essa etapa, o juvenil de segundo estágio (J2) emerge do ovo e, a partir daí, pode seguir duas vias: ele pode se deslocar para o solo ou penetrar diretamente nas raízes das plantas.


Os J2 apresentam uma forma vermiforme e possuem dimensões que variam de aproximadamente 0,2 a 0,4 milímetros. Somente o J2 representa a forma infectante do nematoide-das-galhas, capaz de se mover entre as partículas do solo e direcionar-se para as raízes das plantas hospedeiras. Ao entrar na raiz, geralmente pela coifa, o juvenil migra entre as células até encontrar um local adequado para se alimentar. Nesse ponto, ele assume uma forma de endoparasita sedentário. O nematoide libera secreções através das glândulas esofagianas, estimulando a formação de células gigantes nas raízes parasitadas, que fornecem os nutrientes necessários para o nematoide. Consequentemente, esses organismos aumentam rapidamente de tamanho e passam por sucessivas mudas até alcançarem o terceiro e quarto estágios juvenis, culminando finalmente na fase adulta. Vale ressaltar que machos são raramente encontrados em M. incognita; quando presentes, eles migram para fora das raízes e não se alimentam.


Ciclo de vida do Nematoide-das-galhas: adaptado de Singh et al., 2015


Durante o ciclo de vida, uma fêmea do nematoide-das-galhas é capaz de produzir centenas de ovos, podendo chegar a mais de 2000 ovos em um único ciclo. Esses ovos são depositados em uma massa de ovos que fica localizada externamente às raízes, na superfície das galhas. Essa estratégia proporciona proteção aos ovos, que são envolvidos por uma substância viscosa que ajuda a evitar a dessecação e outras condições adversas.


O ciclo de vida do M. incognita tem uma duração aproximada de três a quatro semanas durante o verão, mas esse período pode ser prolongado para até sete semanas no inverno. Portanto, a temperatura é um fator crucial que influencia significativamente a duração do ciclo de vida, sendo que ele se estende à medida que a temperatura do solo diminui.


Danos e sintomas


Os sintomas na parte aérea das plantas incluem problemas como crescimento atrofiado, murcha, descoloração foliar e outros sintomas típicos de deficiência nutricional, resultando em uma diminuição tanto na qualidade quanto no rendimento da colheita.


Os nematoides-das-galhas, sendo endoparasitas, ao adentrarem as raízes das plantas, estabelecem um local de alimentação e induzem a formação de células gigantes ao seu redor. Simultaneamente, a formação de galhas nas raízes ocorre, sendo estes sintomas distintivos resultantes da infestação e penetração do M. incognita.

Comparação entre raízes do algodoeiro: ABAPA


Manejo


O manejo dos nematoides requer uma abordagem adaptada às demandas específicas da cultura, os sintomas observados e uma variedade de considerações. A estratégia mais eficaz é uma abordagem integrada, com ênfase na prevenção.


É possível elencar algumas medidas, como:

  • Higienização correta do maquinário agrícola;

  • Rotação de cultura

  • Uso de variedades resistentes

  • Aplicação correta defensivos com ação nematicida

  • Eliminação de restos culturais

  • Limpeza de canais de irrigação

É importante ressaltar que essas medidas não devem ser realizadas de forma isolada. A combinação de todas essas ações é essencial para efetivamente gerenciar a infestação de nematoides em sua lavoura.


 

Referências


BAYER. Nematoides: Como manter a lavoura protegida destas pragas. Disponível em: https://www.agro.bayer.com.br/conteudos/nematoides.


BAYER. Nematoides das Galhas. Disponível em: https://www.agro.bayer.com.br/doencas/nematoide-das-galhas.


SYNGENTA DIGITAL. Nematoides de Galha (Meloidogyne). Disponível em: https://blog.syngentadigital.ag/nematoides-de-galha-meloidogyne/.


AGROPOS. Nematoides de Galhas. Disponível em: https://agropos.com.br/nematoide-de-galhas/.


ABAPA. Nova espécie de nematoide de galhas na mira dos técnicos da ABAPA, Embrapa Algodão e Fundação Bahia. Disponível em: https://abapa.com.br/noticias/nova-especie-de-nematoide-de-galhas-na-mira-dos-tecnicos-da-abapa-embrapa-algodao-e-fundacao-bahia/.





















Comments


  • Ícone do Facebook Preto
  • Ícone do Instagram Preto
  • LinkedIn - Black Circle
contato-whatsapp-cenagrijr-consultoria-agricola.png
bottom of page